Imagens, fotos, vídeos e emojis rapidamente entram como parte da comunicação diária, como substitutos de texto, permitindo que ideias sejam comunicadas mais rapidamente. A tendência norte-americana de consumo 2016, da Mintel, Eye Get It, aborda o surgimento de formas rápidas e fáceis de comunicação em parte devido a períodos mais curtos de atenção e a expectativa de uma gratificação imediata. Como os Millennials comunicam-se, cada vez mais, através de emojis, fotos, gifs, ou vídeos breves, não é de se estranhar que o Instagram e o Snapchat estejam entre os principais aplicativos de mídia social entre o grupo de 18 a 34 anos de idade, de acordo com a empresa de análise comScore.

Enquanto os consumidores encontram formas de se comunicarem mais eficientemente, eles também procuram fazer conexões mais pessoais e descontraídas com marcas, e muitas vezes a mídia social fornece um canal para essas relações. O relatório Redes Sociais, dos Estados Unidos, da Mintel, de 2014, mostra que 79% dos usuários de mídia social nos EUA interagem com marcas nessas mídias, pelo menos mensalmente, incluindo 37% dos consumidores que usam as mídias sociais para pesquisarem marcas e produtos. Aliás, as marcas adotam essas conexões com seus clientes e encontram novas formas de promover interação, que se tornam positivas tanto para o cliente quanto para a marca.

Já no Brasil, o número de pessoas que usa a internet para a comunicação e interação social também é alto. De acordo com o relatório Mintel Estilos de Vida dos Brasileiros, de 2015, 84% dos brasileiros afirma usar mídia social, chegando a 92% no sul do país. Quando analisamos a interação do brasileiro com as empresas, a mesma pesquisa da Mintel revela que 29% dos usuários de internet clicaram em links em sites de rede social.

Sorteios em mídia social, que incentivam os clientes a compartilhar fotos em que eles utilizam serviços específicos ou a participar de atividades de branding, tornaram-se uma maneira confiável para aumentar o envolvimento, gerar maior visibilidade da marca e reforçar mensagens chaves de marketing. Campanhas de mídia social recentes, de marcas como AT & T, Sprint e Rogers, na América do Norte, têm utilizado essa estratégia para interagir com os consumidores que utilizam mídias sociais, ao mesmo tempo que espalham mensagens sobre os seus serviços.

Segundo a pesquisa Mintel, 49% dos consumidores visitam sites de mídia social diariamente. A Rogers mirou nesse público no final de 2014, quando lançou seu pacote Roam Like Home, um serviço de US$ 5 ao dia que permite aos clientes do plano wireless Share Everything usar texto, voz e dados ao viajar pelos EUA. A transportadora lançou então um sorteio no Twitter incentivando os clientes a compartilhar selfies e outras fotos de suas aventuras de viagem por meio da hashtag #RoamOn. Por sinal, a campanha #RoamOn gerou centenas de fotos de clientes e comentários positivos sobre o serviço Roam Like Home.

Atualmente, a Sprint volta-se para a mídia social para ajudar a divulgar o conceito do seu serviço de consulta pessoal Direct 2 You. Por meio dele, os clientes da Sprint podem agendar para ter o seu novo telefone entregue em casa ou no escritório por um funcionário da empresa que irá ativar e instalar o novo aparelho. Ao longo de 2015, a Sprint gradualmente expandiu o serviço para mais mercados, e volta-se para sua base de clientes para que eles ajudem na divulgação da empresa. Dessa forma, a Sprint incentiva os clientes que participam da Direct 2 You a tirarem uma foto com o funcionário Sprint que ofereceu o serviço, e a compartilhá-la no Twitter ou Instagram usando as hashtags #Direct2You e #Sweepstakes.

Ao contrário das campanhas Roam Like Home ou da Direct 2 You, que têm como alvo os consumidores, a AT & T usou uma competição de mídia social para envolver as pequenas empresas durante a National Cyber Security Awareness (Conscientização Nacional de Segurança na Internet) em outubro. A campanha, chamada Guard Pets, promoveu uma interpretação lúdica sobre temas sérios como a segurança cibernética, apresentando animais de estimação como “guardas” de pequenas empresas, que são, infelizmente, impotentes na proteção contra os crimes de internet. Além de comerciais de TV e vários esforços de marketing digital, a AT & T incentivou os clientes a compartilhar fotos de seus animais de estimação que são guardas leais, usando hashtags #GuardPets e #Sweepstakes no Twitter, Instagram, ou no site da AT & T Business Circle. Todo dia do concurso, que durou um mês, os participantes concorriam a prêmios, como uma assinatura de três meses para a Barkbox ou Meowbox e uma assinatura de um ano para uma solução de segurança de pequenas empresas da AT & T a escolha do vencedor.

As imagens são uma excelente ferramenta para aumentar a percepção de uma marca. O Twitter constatou que fotos, em média, geram um aumento de 35% em retweets – um impulso maior do que o gerado por vídeos, citações ou hashtags. Através de retweets ou outras ações, a visibilidade da marca iniciada por um simples tweet tem o potencial de atingir mais pessoas ao compartilhar uma imagem. Para que ajudem os consumidores a manter uma marca ou serviço em mente, imagens, independentemente da plataforma em que são compartilhadas, são mais facilmente lembradas do que palavras impressas. Ao incentivar consumidores e empresas a compartilhar fotos pessoais, as marcas podem expandir a perceptividade de iniciativas ou de serviços de marketing ao mesmo tempo que geram a criação de novos pontos de contato com seus clientes.

Inovação

Inovação não significa somente ser diferente ou novo. Significa criar novos produtos que os consumidores irão adorar, criando um caminho diferente que os consumidores seguirão.

Leia mais
© 2017 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies