Proteger o meio ambiente é um dos principais objetivos dos alimentos orgânicos. Eles são produzidos sem agrotóxicos, adubos químicos ou substâncias sintéticas que agridam o meio ambiente. De acordo com a legislação brasileira, para que um alimento seja considerado orgânico, o processo de produção deve incluir o uso responsável do solo, da água, do ar e de outros recursos naturais, respeitando as relações sociais e culturais.

No entanto, apesar de todos os benefícios aparentes, muitos consumidores no Brasil ainda não veem pontos positivos em comprar alimentos e bebidas orgânicas. De acordo com o relatório Mintel de Sucos de Frutas, apenas 9% dos consumidores escolheriam o fato de ser orgânico, como um fator que influenciaria na compra de um suco pronto para beber, subindo para 11% entre aqueles com idade superior a 55 anos. E quando se trata de destilados, apenas 6% dos consumidores pensam que as variedades orgânicas valem os preços mais elevados em comparação com as bebidas comuns. E se analisarmos os alimentos orgânicos, as atitudes do consumidor são as mesmas. Apenas 8% dos consumidores escolheriam orgânico como um fator de influência na compra de pão embalado e 5% na compra de carne processada, de acordo, respectivamente, com os relatórios Mintel de Pães e Produtos Assados e de Carne Processada.

O preço alto dos alimentos orgânicos é uma possível razão para o baixo interesse do consumidor. De forma geral, pesquisas da Mintel revelam que os consumidores brasileiros são altamente influenciados pelo preço na compra de produtos alimentícios e bebidas, colocando produtos orgânicos por último em sua lista de compras. De acordo com o relatóro Mintel de Varejo de Alimentos e Bebidas, os preços baixos são, de longe, a principal prioridade para os brasileiros. No Brasil, 78% dos consumidores mencionam o preço como uma das principais razões para a seleção de compra de produto alimentício e bebida. Aliás, esse é o caso entre todos os grupos sócioeconômicos, faixa etária e região.

Mas por um outro lado, as empresas no Brasil estão investindo mais em inovação de produtos dentro das categorias de alimentos e bebidas orgânicas. De acordo com o Banco Global de Novos Produtos (GNPD), da Mintel, 3,5% de todos os lançamentos, em 2014, posicionaram-se como orgânicos, o que representa um aumento de 95% desde 2011, quando esse posicionamento foi de 1,8%.

Para as empresas de produtos orgânicos, mensagens claras sobre os benefícios dos produtos orgânicos para os consumidores e para o meio ambiente são fundamentais para justificar o alto custo e serão essenciais para sustentar o aumento desse setor no futuro. As marcas poderiam organizar atividades como seminários, workshops, cursos, eventos e degustação de produtos orgânicos para educar os consumidores sobre esse universo. Uma embalagem que destaca as principais características dos produtos orgânicos e funcionários treinados, disponíveis no varejo, para responder às perguntas dos consumidores, bem como promover os produtos também são alternativas que poderiam ser exploradas.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a área cultivada de produtos orgânicos no Brasil é de cerca de 750 mil hectares, há mais de 10 mil produtores e aproximadamente 13 mil unidades de produção. O Brasil, com seus campos vastos, diferentes tipos de solo e clima, bem como uma incrível biodiversidade, é sem dúvida um dos países com maior potencial de crescimento na produção orgânica.

Andre está na Mintel desde abril de 2014. Analista de pesquisa, faz parte da equipe de Mercados Emergentes, desenvolvendo relatórios e análises do mercado brasileiro. Antes de se juntar à Mintel, ele trabalhou para o IBOPE, empresa onde fazia pesquisa de mídia.

Alimentos e Bebidas

Nossa rede internacional de pesquisadores de campo e analistas da categoria de alimentos trabalham conjuntamente combinando dados, conhecimento, previsão e inovação em ações de insights que possam ajudá-lo a alimentar as suas estratégias e processos de desenvolvimento

Leia mais
© 2017 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies