Conferências ocorridas na América do Sul, em São Paulo, de 06 a 08 de agosto de 2013

por Jean Manuel Gonçalves e Naira Sato – analistas sêniores do setor de Alimentação, da Mintel, no Brasil.

No início de agosto, a Mintel participou de uma das feiras mais importantes do setor de alimentos na América Latina: a Food Ingredients South America (Fisa), em São Paulo. Na ocasião, nossos analistas estiveram em duas conferências nas quais exploraram insights sobre o mercado de Saúde e Bem-Estar e também checaram as novidades em substitutos do açúcar com potencial de mercado.
Saúde e Bem-Estar
Quando analisamos as inovações em produtos funcionais fortificados, a América Latina está se tornando o mercado que mais cresce no segmento de Saúde e Bem-Estar. A alta incidência e conscientização de problemas de saúde como alzheimer, diabetes e obesidade têm gerado boas oportunidades para produtos com benefícios para a saúde, desde que sejam convenientes, tenham sabor agradável e preço acessível.

Acima de tudo, os consumidores precisam sentir que estão sendo beneficiados _ o que é um desafio para a indústria, já que normalmente leva tempo para um alimento gerar impacto sobre a saúde. Neste caso, foi destacado que estratégias que levem à fidelidade são uma boa maneira de fazer os consumidores manterem sua regularidade de consumo, até que os benefícios sejam percebidos.
A regulamentação em toda a América Latina é outro desafio para o setor de Saúde e Bem-Estar. A região é um grande mercado, mas a forma como os posicionamentos de saúde são tratados pelos governos tende a mudar de país para país. Por exemplo, no Brasil, produtos alimentícios com adição de probióticos só podem se encaixar na categoria de itens que trazem benefícios intestinais, enquanto no Chile também apresentam benefícios imunológicos. Assim, a questão da regulamentação também pode ser uma oportunidade para as empresas uniformizarem suas fórmulas de produto, marketing e embalagem, facilitando o comércio na região.

Com apelo natural apreciado pelos consumidores, explorar frutas tropicais locais pode ser uma maneira de agregar benefícios saudáveis para um produto alimentar. As chamadas “super frutas”, conhecidas por terem alta concentração de vitaminas e antioxidantes específicos, apresentam benefícios funcionais importantes que podem ser promovidas com posicionamento saudável nos mercados locais e internacionais. Aliás, essas frutas já estão sendo utilizadas em produtos como compotas, sucos e lanches, mas outros usos potenciais também podem atingir a área cosmética.
No lado dos orgânicos, por sua vez, os Certificados IBD mostraram as oportunidades de crescimento para alimentos embalados, que estão sendo exploradas na Europa por grandes empresas, como a Pepsico. Ao mesmo tempo, na América Latina a tendência é crescente, por exemplo no Brasil, onde 2/3 dos produtos orgânicos são vendidos em canais convencionais, como nas redes de supermercado do Pão de Açúcar (pertencente ao Casino Group).

A ampla área disponível para a produção orgânica no Brasil é uma grande oportunidade para os produtos alimentícios não embalados como carne, açúcar, frutas e grãos em geral. Devido à regulamentação, a maioria dessas categorias não pode vir com posicionamento de saudável, mas por outro lado, o posicionamento orgânico pode ser explorado pelos produtores e também por fabricantes de mercadorias embaladas que utilizam produtos orgânicos como insumos.

Já quanto aos substitutos do açúcar, o desafio para inovação é combinar o sabor ideal, mantendo a textura do produto, com odor e outras sensações. O adoçante stevia foi mencionado como uma das soluções possíveis, apesar de o seu sabor o tornar particularmente difícil de ser usado em bebidas, mas mais fácil de aplicado em snacks.
Como uma possível solução, o Instituto Fraunhofer apresentou uma pesquisa mostrando a associação de polióis (álcoois) em um adoçante que pode fornecer doçura, mas também manter as propriedades gerais do produto intacto. Dohler, empresa global de ingrediente, também forneceu uma solução ao apresentar um adoçante feito a partir do sumo de pêra fermentado, que parece ser eficaz em proporcionar doçura natural aos refrigerantes.

 

Alimentos e Bebidas

Nossa rede internacional de pesquisadores de campo e analistas da categoria de alimentos trabalham conjuntamente combinando dados, conhecimento, previsão e inovação em ações de insights que possam ajudá-lo a alimentar as suas estratégias e processos de desenvolvimento

Leia mais
© 2017 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies