O Facebook rapidamente expande seu portfólio de comércio eletrônico no Brasil, conciliando assim atividade social e compras. Mês passado, começaram a testar o botão “comprar” e o preenchimento automático de formulários para consumidores em seu website. Semana passada contrataram então um novo diretor, Marcelo Lobianco, para sua divisão de negócios de varejo e-commerce, deixando claro que pretendem assim expandir suas operações comerciais.

A rede social Facebook é extremamente popular no Brasil. A empresa registrou mais de 86 milhões de usuários em abril de 2014, uma penetração de 84% entre os 105,6 milhões de internautas do país. O Facebook é uma ferramenta indispensável em diversos aspectos da vida do brasileiro, incluindo bater papo com amigos, compartilhar notícias, criar fóruns de discussão e estabelecer atividade monetária.

De acordo com a sua plataforma publicitária, o Brasil tem o terceiro maior número de usuários do Facebook no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia.

Os números surpreendem. O site alcançou quase 133 milhões de “curtidas” na área de beleza em julho de 2014 (a soma de toda as “curtidas” em comunidades da indústria). Também registrou quase 111 milhões na indústria de alimentos e 63 milhões em bebidas. A comunidade do Guaraná Antarctica tem 17.6 milhões de seguidores, enquanto a Coca-Cola tem 16.8 milhões. Os dados são da Socialbakers, empresa de analítica do Facebook.

O relatório Mintel Comércio Eletrônico – Brasil – 2014 revelou que 17% dos consumidores brasileiros foram estimulados a visitar sites de varejistas através de propagandas no Facebook nos últimos 12 meses. Isto quer dizer que quase um em cinco adultos no Brasil clicaram em um link comercial exibido em seu Facebook no último ano.

Nossos dados também sugerem que esses consumidores são bastante prolíficos. Quase um em seis (15%) dos adultos que clicaram em uma propaganda no Facebook fizeram ao menos uma compra de bens não duráveis (como alimentos, bebidas e artigos de beleza) online nos últimos 12 meses. Esse comportamento é ainda mais forte entre jovens de 16 a 24 anos de idade: 28%. Por comparação, a média é de apenas 8% entre a população total.

As oportunidades comerciais do Facebook não estão limitadas a propagandas e botões “comprar”. Empresas de diversas indústrias podem utilizar suas comunidades para perfilamento e segmentação de seus consumidores. Ou podem pagar ao Facebook pelo serviço caso sua comunidade não seja grande o suficiente. Um varejista de roupas para jovens pode fazer propagandas somente para a faixa etária desejada. Podem até mesmo personalizar sua campanha. Por exemplo, podem anunciar sua coleção de surf apenas para usuários que tenham navegado em comunidades e sites relacionados a praia, e assim por diante.

Além disso, podem criar aplicativos com múltiplas funcionalidades na própria plataforma do Facebook. A Gol Linhas Aéreas, maior companhia aérea do Brasil em volume de vendas online, inaugurou a Loja Voe Gol, permitindo que seus clientes comprem passagens, reservem assentos e gerenciem sua reserva. Também dá acesso a promoções especiais e exclusivas.

Finalmente, o Facebook é um poderoso termômetro social, cultural e de mudanças de comportamento. Por exemplo, a comunidade de Eduardo Campos cresceu mais de 3,000% em apenas algumas horas após sua precoce morte em acidente aéreo semana passada.

O Brasil é protagonista no futuro do comércio eletrônico através do Facebook. Outros países devem ficar de olho pois podem aprender bastante de uma sociedade fortemente influenciada, guiada e até mesmo definida por interações na mídia e em redes sociais.

 

Victor Fraga é um analista sênior com mais de 13 anos de experiência em várias indústrias – entre elas tecnologia, saúde e setor público. Antes de integrar a equipe da Mintel, trabalhou em diversas empresas do Reino Unido, como na consultoria Frost & Sullivan e no Guardian News & Media.

.

Varejo

Nós lidamos com ciência do Varejo. Quatro em cada cinco dos maiores varejistas do mundo usam a Mintel para desenvolver suas ofertas, entender os compradores de seus competidores e gerenciar seus fornecedores.

Leia mais
© 2017 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies