Os consumidores da América Latina têm preocupações com fatores ambientais, principalmente com o aumento da geração de resíduos na região. No entanto, a infraestrutura para reciclagem é um desafio.

A definição de sustentabilidade é ampla. As marcas de laticínios devem comunicar suas ações ecológicas e sua justificativa para a escolha do material de embalagem para atrair consumidores de laticínios com consciência ambiental na América Latina.

Reciclar é um desafio para os latino-americanos

Um aumento na geração de lixo na América Latina tornou-se motivo de preocupação nos últimos anos. Os principais fatores responsáveis por tal aumento são crescimento populacional, uma das mais altas taxas de urbanização do mundo (80%), crescimento econômico e transição de muitos que vivem na pobreza para a classe média.

A infraestrutura desempenha um papel significativo. Nos bairros de alta renda, os serviços de coleta de lixo são mais comuns. Porém, nos bairros de baixa renda, as famílias costumam vender seus materiais recicláveis para obter renda adicional. Cerca de quatro milhões de pessoas na América Latina vivem da coleta e processamento de resíduos.

O uso de plástico reciclado é outra opção para os fabricantes demonstrarem cuidado com o meio ambiente. De acordo com a pesquisa do consumidor em 35 mercados da Mintel, dois em cada cinco consumidores brasileiros acham que as marcas de alimentos e bebidas devem usar mais material reciclado ao produzir embalagens, como Tirol UHT Milk (Leite UHT Tirol), que é feito de material 100% reciclado.

Tornar a separação dos elementos da embalagem mais fácil para simplificar a reciclagem

Em 2019, a Nestlé Chile fez uma parceria com a empresa de embalagens flexíveis Emsur para desenvolver um rótulo inovador para o pote de iogurte, que se destaca pela facilidade de remoção. A facilidade de separar o rótulo do recipiente contribue para a reciclagem dos plásticos.
No ano passado, a Nestlé anunciou um compromisso global de tornar 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025. De acordo com a pesquisa do consumidor em 35 mercados da Mintel, quase metade dos chilenos acha que as marcas de alimentos e bebidas devem facilitar a reciclagem de suas embalagens.

Embalagens de laticínios procuram reduzir o uso de plástico

Pequenas mudanças na embalagens podem reduzir o uso de plástico e mostrar aos compradores de laticínios que a marca está usando o material com responsabilidade, em linha com a Tendência Mintel, ‘Rethink Plastic’ (Repensar o Plástico).

Rótulo de papelão
Kaarú Natural Greek Yogurt (Iogurte grego natural Kaarú) usa rótulos de papelão para reduzir o uso de plástico termoencolhível (Equador).

Sem canudo
Toni Traditional Cinnamon Flavored Long Life Milk Drink with Oats (Toni bebida de leite longa vida sabor de canela com aveia) é vendido em uma embalagem reciclável de 250 ml sem canudo para reduzir o uso de plástico (Equador).

Tampa de bagaço de cana de açúcar
El Ordeño Trü UHT Long Life Semi-Skimmed Milk (El Ordeño Trü UHT leite longa vida semi-desnatado) possui uma tampa ecológica feita de bagaço de cana de açúcar: a fibra restante após os talos de cana serem esmagados para extrair seu suco (Equador).

A economia circular apresenta uma oportunidade

A embalagem com longevidade é a melhor. Yoplait Origen Natural Yogurt with Agave Honey’s PET (Iogurte natural Yoplait Origen de mel de agave diz que sua embalagem de PET é reutilizável. Esse tipo de produto provavelmente irá agradar metade dos consumidores brasileiros que costumam usar embalagens vazias para armazenar outros alimentos e bebidas que eles têm em casa, de acordo com a Pesquisa da Mintel sobre tendências de embalagens de alimentos e bebidas. Mais da metade dos consumidores brasileiros já compra produtos que podem ser enchidos de novo (refil) para apoiar a sustentabilidade.

A noção de economia circular é fundamental para a proposição do Loop, uma plataforma circular de compras projetada para eliminar o desperdício. O consumidor compra um produto através da plataforma on-line do Loop e retorna o recipiente vazio. Atualmente, o Loop está disponível na região do Médio Atlântico dos Estados Unidos.

As mensagens na embalagem sobre sustentabilidade devem ser claras

A definição de sustentabilidade é ampla. Em termos de embalagem, pode se referir a materiais ecológicos, mas também o método de fabricação da embalagem. Este último tem grande apelo, pois mais de dois terços dos brasileiros consideram os produtos que geram menos impacto negativo ambiental durante a produção como sustentáveis, segundo a Pesquisa da Mintel sobre saúde e sustentabilidade no Brasil.

A bebida Gallito Dos Pinos Fresco Leche! Chocolate Flavoured Milk (Gallito Dos Pinos Fresco Leche! leite com sabor de chocolate) (Costa Rica) afirma ser feita a partir de recursos renováveis, porém carece de mais informações. Um em cada cinco consumidores brasileiros concorda que é difícil entender as informações do rótulo nas embalagens, portanto, as marcas devem garantir que as mensagens de sustentabilidade sejam claras.

Um excelente exemplo é de Lifeway Organic ProBugs, que afirma que a embalagem flexível é uma alternativa ecológica às formas rígidas de embalagem, pois gasta 75% menos de energia para produzir e ocupa 96% menos espaço.

Aproveitar o apelo visual do vidro

Os consumidores brasileiros têm a ideia de que o vidro é mais sustentável e visualmente atraente do que o plástico. No entanto, o vidro é pesado, quebra com facilidade e requer mais energia para ser transportado.

Em 2019, o fabricante de embalagens Amcor desenvolveu as primeiras garrafas PET para cerveja pasteurizada no Brasil. Ao utilizar PET, a marca de cerveja Salzburg da New Age oferece um recipiente semelhante ao vidro combinado com a conveniência e resistência do PET. A Amcor também desenvolveu garrafas PET transparentes de 1 litro exclusivamente para a marca líder brasileira de laticínios Letti para substituir as tradicionais garrafas brancas de HDPE (polietileno de alta densidade).

Essa inovação destaca a oportunidade de alavancar o apelo visual e a percepção de qualidade do vidro, enquanto fornece uma solução de embalagem sustentável ao mesmo tempo. A comunicação na embalagem sobre isso é fundamental.

O que nós pensamos

Os consumidores latino-americanos mostram muito interesse em embalagens sustentáveis. Como a infraestrutura para reciclagem apresenta dificuldades em muitos países da região, as marcas de laticínios podem procurar outras opções além de embalagens recicláveis para demonstrar suas ações sustentáveis. As marcas também devem estar cientes das percepções positivas dos consumidores em relação ao vidro, mas atentas às suas limitações no campo da sustentabilidade.

Alimentos e Bebidas

Nossa rede internacional de pesquisadores de campo e analistas da categoria de alimentos trabalham conjuntamente combinando dados, conhecimento, previsão e inovação em ações de insights que possam ajudá-lo a alimentar as suas estratégias e processos de desenvolvimento

Leia mais
© 2020 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies