O cuidado com o bebê deve utilizar mais tecnologia, explorar mais temas relacionados à saúde e bem-estar e estar à altura das expectativas dos pais. As marcas precisam seduzir uma nova geração de consumidores experientes e conectados que vivenciam novas situações com a chegada de um bebê. Por conta disso, novos produtos devem melhorar e apoiar a abordagem dos pais em cuidados com o bebê. Elas também precisam ajudar a aliviar o estresse, tanto para os pais como para o bebê/criança, mas sem adicionar muitos custos extras.

Utilizando inteligência artificial e tecnologia de aprendizado de máquina para cuidados mais sofisticados

O monitor de bebê Miku captura e analisa a respiração, sons e padrões de sono usando a tecnologia SensorFusion desenvolvida por engenheiros de pesquisa militares.

Tornando-se embaixadores do meio ambiente

Com o crescente foco ambiental ao redor do mundo, os consumidores brasileiros também estão desenvolvendo novas preocupações sobre produtos químicos, ingredientes, o futuro do planeta e, consequentemente, a segurança de seus recém-nascidos.

As marcas têm a oportunidade de ajudar os consumidores a superar estas preocupações, sendo totalmente transparentes em torno dos processos que usam para criar seus produtos e fórmulas.

É possível ganhar a confiança do consumidor ao usar ingredientes ecológicos e naturais, bem como sendo claro sobre a origem dos ingredientes e adotar embalagens ecológicas. Dedique a mesma quantidade de tempo tanto ao meio ambiente quanto à proteção e segurança de bebês/crianças.

A aprovação de agrotóxicos criará novas preocupações nos consumidores

A demanda e interesse por produtos naturais, sustentáveis ou livres de produtos químicos podem aumentar no Brasil, devido às aprovações de inúmeros novos agrotóxicos pelo atual presidente Jair Bolsonaro, muitos classificados como altamente perigosos pela Pesticide Action Network (Rede de Ação contra Pesticidas, em tradução livre). Mais de 1.000 novos pesticidas foram aprovados para uso na agricultura no Brasil desde 2016.

Isso oferece às marcas de cuidados com o bebê uma oportunidade para criar produtos ultra seguros e explicar aos consumidores que eles não são perigosos para a saúde e o desenvolvimento de seus filhos.

Fornecer soluções e apoio em torno das questões de saúde pública

Recentemente, o Brasil tem sofrido com graves epidemias de saúde, como Zika, Chikungunya e dengue.

Em algumas áreas do país, a falta de infraestrutura é um problema sério e contribui para o desenvolvimento de epidemias e infecções. Além disso, a falta de uma gestão sólida de saúde pública pode deixar a população ainda mais abandonada e angustiada com o impacto que estas epidemias podem ter na saúde e na família.
Por isso, as marcas de cuidados com o bebê podem estar na vanguarda das soluções para reduzir o impacto dessas epidemias.

Testes de DNA podem ser o próximo grande passo em cuidados com o bebê

Testes de DNA são comuns no Brasil, especialmente os de paternidade. A indústria de beleza e cuidados pessoais já possui exemplos de soluções personalizadas com base no DNA do consumidor em outras categorias.

Nos EUA, o Sema4 oferece o Natalis Newborn Screen, que analisa o DNA do bebê para 190 condições genéticas, incluindo anemia, epilepsia e alguns cânceres infantis que podem afetar crianças antes dos 10 anos.

O teste também pode fornecer uma visão sobre a reação da criança a mais de 40 medicamentos que podem ser prescritos durante a infância, incluindo antibióticos comuns. Os pais também podem receber conselhos sobre a melhor nutrição, aptidões para a aprendizagem, tipo de personalidade e os produtos ou ingredientes mais adequados para o bebê.

Alimentos e Bebidas

Nossa rede internacional de pesquisadores de campo e analistas da categoria de alimentos trabalham conjuntamente combinando dados, conhecimento, previsão e inovação em ações de insights que possam ajudá-lo a alimentar as suas estratégias e processos de desenvolvimento

Leia mais
© 2020 Mintel Group Ltd. | Política de privacidade | Termos | Uso de Cookies